Inesita é a grande vencedora das Seletivas Se Rasgum 2017

Postado em 25 de setembro de 2017 por Gustavo Aguiar em Programação musical, Seletivas

Texto: Dominik Giusti / Assessoria de Imprensa do Festival Se Rasgum

Inesita é a primeira colocada das Seletivas! Ela já está garantida na programação oficial do 12º Festival Se Rasgum, que ocorrerá de 13 a 18 de novembro, em Belém. Além da cantora, também passaram nesta etapa Andro Baudelaire, Dois na Janela e Kikito. A noite do último sábado (23) reuniu, no Insano Marina Club, as 10 bandas que tentaram uma das quatro vagas para o line-up. Além de ir para a programação do evento principal, Inesita vai ganhar uma arte feita pelo designer Rodrigo Cantalício e um ensaio fotográfico por Renato Chalu, além de participação na programação do Conexão Cultura Ao Vivo da Rádio e TV Cultura, horas de ensaio grátis no Fábrika Studio e release feito pela Se Rasgum Press.

Os paraenses vão se juntar aos mais de 30 nomes confirmados para a edição deste ano: Emicida (SP),  Ava Rocha (RJ),  BaianaSystem (BA), Cidadão Instigado (CE), Afrika Bambaataa (EUA), Francisco, El Hombre (SP/MEX),  João Brasil (RJ), Eloi Iglesias,  Maglore (BA), Selvagens à Procura de Lei (CE), Ventre (RJ), Estrela Leminski & Téo Ruiz (PR); Nazaré Pereira;  Juliana Sinimbú; Baile do Mestre Cupijó; Marisa Brito; Machete Bomb (PR);  Molho Negro; André Prando (ES); Projeto Rivera (CE); Loomer (RS); Terno Rei (SP); Turbo; The Baudelaires; Uaná System; Os Rei do Eletro; Giovani Cidreira (BA); Muntchako (DF); e Lava Divers (MG).

“Estava nervosa. Antes eu só tinha tocado em palcos menores, entre amigos. No começo fiquei um pouco tímida e me soltei, foi maravilhoso sentir a energia do público. E foi tanta energia que no final resolvi pular do palco e ir para a ciranda que se formou lá embaixo, nossa, foi muito bonito. O mais legal para mim foi ver esse clima de festival mesmo, de estarmos torcendo uns pelos outros e ver amigos tocando em várias formações de cantores e outros grupos”, disse Inesita.

Ela lançou em julho o EP “Normal de Pedra”, com participação especial de Felipe Cordeiro e produção de Léo Chermont, e diz que, como estava acostumada à “cozinha” dos palcos, como ela define a sua função de baixista, ainda não se acostumou com a presença à frente do microfone. Mas se a experiência de vocalista começa agora, no instrumento ela já fez seu nome e faz parte da banda que acompanha as cantoras Sammliz e Liège, por exemplo, com Ricardo Maradei e Antônio Oliveira, e já tocou na República Imperial.

E foi dessa imersão musical que um dia ela pensou que também poderia cantar! Suas composições, letras e arranjos, falam de liberdade, de feminismo e clamam por justiça social. Não à toa em “Ciranda”, música que fez o público se unir numa grande roda de mãos dadas, é um tipo de hino-marcha sobre o corpo, em que ela canta “esparadrapo na boca, não, eu quero a língua livre, o corpo é meu quem sabe o que deve ser feito sou ele sou eu”. Além disso, a gravação foi feita com as mulheres que fizeram parte da trajetória da cantora, que ao final da faixa fazem um coro como refrão, como por exemplo Camila Honda, que assistiu ao show das seletivas.

O músico Andro Baudelaire foi mais um dos selecionados, que também já tem uma trajetória na música paraense, com as bandas Vinyl Laranja e The Baudelaires, mas que apresenta seu novo projeto solo, onde mistura ritmos paraenses de um jeito peculiar que explode no palco. Completando a lista que saiu das Seletivas Se Rasgum 2017, temos as novatas Dois na Janela, banda com integrantes naturais de Abaetetuba (PA), e Kikito, jovem compositor e cantor que uniu os amigos e deu vida a letras que tinha escrito na adolescência.

O Festival Se Rasgum 2017 já tem ingressos à venda pela plataforma do Sympla, com passaporte “Passeio Completo”, para todos os dias do Festival menos as After Partires, a R$85.