O Festival

12º FESTIVAL SE RASGUM EM TODO LUGAR

Emicida, Baiana System, Nazaré Pereira, Cidadão Instigado, Francisco El Hombre e o norte-americano Afrika Bambaataa são algumas das atrações da 12ª edição do Festival Se Rasgum, que será de 13 a 18 de novembro, em Belém.

De 13 a 18 de novembro, a 12ª edição do Festival Se Rasgum espalha sua programação mais uma vez pelo Teatro Margarida Schivasappa, Café com Arte, Ziggy Club, Estação das Docas, Açaí Biruta e, de volta às origens, no Parque dos Igarapés. Esse ano, o Festival aposta em mais um novo formato, contando com três palcos no Parque dos Igarapés, começando às 16h e estendendo sua programação madrugada adentro. Com artistas de todas as regiões do Brasil, a programação também inclui painéis, debates, rodada de negócios, dia gratuito etc. Esse ano, o 12º Festival Se Rasgum conta com o patrocínio máster da Oi Futuro e patrocínio do Banco da Amazônia e co-patrocínio da Faculdade Estácio. Os ingressos já estão à venda no www.sympla.com.br/serasgum.

A programação musical terá sua abertura no dia 13 de novembro (véspera de feriado) no Teatro Margarida Schivasappa em uma noite especialmente feminina, com a cantora Marisa Brito, paulistana criada em Belém (e de volta a São Paulo), seguida da dupla paranaense Estrela Leminski & Téo Ruiz e da cantora carioca Ava Rocha. No caso das duas últimas, respectivamente, filhas do poeta Paulo Leminski e do cineasta Glauber Rocha. Nessa mesma noite, a balada segue no Ziggy Hostel Club na noite do selo carioca Midsummer Madness, com shows das bandas Loomer (RS) e Lava Divers (MG), além da discotecagem de Rodrigo Lariu, diretor artístico e dono do selo.

Dia 15, feriadão, a programação começa no fim de tarde do Café com Arte, com Alex Roots tocando reggae no quintal, e, na pista de cima, os DJs Felipe Proença, Tércio e Mancha (SP) preparando o espírito roqueiro para os shows de Selvagens à Procura de Lei (CE) e as locais The Baudelaires e Dois na Janela.

Quinta-feira, 16, é a esperada noite da Estação das Docas, totalmente gratuita, com o também esperado show da banda Francisco, El Hombre (SP/MEX), um dos nomes mais disputados nas programações de festivais. Quem vem antes é a cantora paraense Juliana Sinimbú e o show-homenagem Baile do Mestre Cupijó. Nessa noite, novamente, a festa segue para o Ziggy Hostel Club, dessa vez com festa dedicada ao selo Balaclava, com show da banda Terno Rei (SP) e discotecagem de Fernando Dotta e Rafael Farah, diretores do selo.

Sexta-feira, 17, é noite de rock no Açaí Biruta, que começa com a discotecagem da festa cearense Fliperama, dos DJs Marquinhos e Thales. E a programação de shows começa com a novidade e frescor do baiano Giovani Cidreira, o peso paraense de Turbo e Molho Negro, a comemorada participação dos também baianos Maglore e o encerramento em grande estilo do Cidadão Instigado, comemorando seus 20 anos de carreira.

No sábado, último e maior dia do 12º Festival Se Rasgum, os portões se abrem às 16h em que os últimos raios de sol criam o clima de natureza para a maratona de shows em três palcos: Palco Oi, Palco Banco da Amazônia e Palco Estácio. Com estrutura de bares, redário, food park, Feira de Arte & Moda etc.

Na hora da música, não economize energia para ir de um palco a outro, começando com o Kikito no Palco Estácio e intercalando com o Palco Banco da Amazônia com Andro Baudelaire. E esse zigue-zague musical segue com Inesita, André Prando (CE), Projeto Rivera (CE) e Muntchako (DF). Às 20h, começa o primeiro show no Palco Oi, com a cantora paraense Nazaré Pereira.    

Depois o Palco Estácio volta com o show de Eloi Iglésias, seguido de Machete Bomb (PR) no Palco Banco da Amazônia e Baiana System no Palco Oi. Daí por diante é ficar ligado nos horários e programações, pois no Palco Oi ainda tem Emicida (SP), o lendário DJ norte-americano Afrika Bambaataa e o DJ carioca João Brasil. O Palco Estácio ainda segue com Os Reis do Eletro, Uaná System, DJs da Black Soul Samba e Meachuta. No Palco Banco da Amazônia, intercalando (e às vezes simultaneamente) com a banda carioca Ventre, o DJ Pro.efx, o coletivo Bell Hell e Bernardo Pinheiro e seu Baile Tropical encerrando a noite.

Agora é só conferir a programação completa dessa edição, se programar e garantir sua entrada.